Licenças CBFS

 

ESCOLA NACIONAL DE TREINADORES DE FUTSAL (ENTF)
“Todo jogador merece um treinador qualificado”.


 

Em setembro de 2014, a Confederação Brasileira de Futsal (CBFS) criou o Departamento de Desenvolvimento Técnico do Futsal (Circular no 0019/2015), com o objetivo de estimular a criação de projetos que impulsionem a modalidade. Para tanto, estabeleceu uma Comissão de profissionais de reconhecida competência técnica: Fabiano Souza, “Chokito” (UPE-PE), Fernando Ferretti (ex-técnico da Seleção Brasileira), Rodrigo Perdigão (Minas Tênis-MG) e Wilton Santana (UEL-PR). Além destes, foi chamado o ex-jogador Lenísio, campeão mundial com a seleção brasileira em 2008.


A primeira ação dessa Comissão, foi criar a “Escola Nacional de Treinadores de Futsal (ENTF)”, que tem a finalidade de qualificar treinadores brasileiros das distintas categorias da modalidade, da formação esportiva à alta competição. A Escola será itinerante, de modo a cobrir as cinco regiões do País com cursos presenciais de 120 horas. 

 

As cidades parceiras deverão escolher uma, dentre as três modalidades de oferta dos cursos:

-EXTENSIVO: cinco meses de duração (20h por final de semana)
-INTENSIVO: 10 dias consecutivos (10 horas por dia)
-SEMI-INTENSIVO: 4 dias consecutivos (40 horas) + três meses (20h por final de semana)


 

Os técnicos que concluírem os cursos da ENTF receberão Licenças CBFS, categorizadas em:
Nível PRO: concedida para técnicos de notório saber (experts). 
Nível 3: para técnicos das categorias Principal e Sub-20.
Nível 2: para técnicos das categorias Sub-17, Sub-15 e Sub-13.
Nível 1: para técnicos das categorias Sub-11, Sub-9 e Sub-7.

 

As licenças 1, 2 e 3 serão exigidas a partir de 01 de janeiro de 2018, para os treinadores que atuam em competições estaduais e nacionais. Já a nível PRO será concedida para os treinadores (experts), sem a necessidade da participação em cursos. Importante mencionar que as licenças são independentes, ou seja, a licença em questão dá ao treinador a condição de atuar apenas nas categorias que agrega. Exemplo: o treinador que obtiver a o Nível 3 (Principal e Sub-20) não poderá atuar nas categorias da licença Nível 1 (Sub-11, 9 e 7).


 

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DOS CURSOS DE LICENÇA :


 

NÍVEL 3 

Público-alvo: técnicos de futsal em geral e em particular os que atuam ou pretendem atuar com as categorias Sub-20 e Principal (adulto)
Pré-requisito: curso superior em Educação Física ou Esporte e regularizado no sistema CREF.
Disciplinas e ementas
10h – Gestão da competição 
Estudo de técnicas que auxiliam o treinador na gestão da competição: pré-jogo, jogo e pós-jogo. Formação de equipes de alto rendimento. Análise de um case. 
10 h – Análise de jogo no futsal
Estudo de ferramentas tecnológicas que possibilitam a captação e a análise de imagens de jogo e suas implicações para o treino de futsal. Análise de um case.
10 h – Psicologia do esporte 
Estudo de técnicas que podem ser aplicadas na interação com jogadores de alto rendimento. Coaching esportivo. Liderança.
10 h – Fisiologia do treinamento esportivo
Estudo de aspectos fisiológicos implicados no treino de futsal para jogadores de alto rendimento.
20h – Periodização tática no futsal
Estudo da metodologia do treino periodização tática. Modelo de jogo. Princípios e subprincípios. Análise de um case.
40h – Tática de alta competição 
Estudo de princípios de jogo ofensivos e defensivos. Tática ofensiva. Tática defensiva. Jogo de transição. Estratégias de bola parada. Jogo de linha-goleiro. 
20h- Tarefas avaliativas (não presencial)
Estudos descritivos de cunho individual sobre tema (s) abordado (s) ao longo do curso. Pré-requisito para a conclusão do curso.