Artigos

Intervalo de Descanso entre as Sessões de Treinamento

Prof.Esp. Marquinhos Xavier - Técnico de Futsal – Unisul / SC
Publicado em 10 de junho de 2006

Administração dos Intervalos de Descanso no Futsal:



Todos os esportes necessitam de uma grande quantidade de energia para atender as demandas físicas, em muitos casos as grandes intensidades e os desgastes provocados pela prática acabam esgotando estes estoques e sua reposição necessita de cuidados especiais, a fim de preservar a integridade física e a reposição de vários nutrientes.

A conscientização deste processo é muito importante para que o bom andamento do trabalho seja mantido e respectivamente o pronto restabelecimento físico dos envolvidos.

A reposição de nutrientes somente ocorrera através de uma alimentação adequada e um Intervalo de Descanso apropriado e suficiente.

Em alguns casos a reposição alimentar necessitará de uma suplementação, mais isso somente deverá ser feito através de uma avaliação nutricional com um profissional habilitado, caso contrario, a auto-suplementação também poderá trazer malefícios ao nosso organismo.

Já os Intervalos de Descanso podem ser administrados por nos profissionais de Educação Física, por se tratar de aspectos inerentes de nossa formação e experiência profissional.

Tanto a reposição nutricional, quanto os Intervalos de Descanso são extremamente importantes para o bom desempenho de qualquer atleta, desta forma gostaria de prestar minha contribuição sobre o assunto e iniciar com a seguinte frase:

• Descanso faz parte do trabalho, e é tão importante quanto.



Este pode ser o ponto de partida para iniciar esta abordagem, já que por muito tempo praticou-se uma teoria de que “quanto mais se trabalha mais se prepara”.

Realmente esta teoria não esta desassociada da realidade do esporte mundial, mais a única diferença é que hoje em dia sabemos que a recuperação faz-se necessária para preservar a integridade física, bem como, se executada criteriosamente poderá proporcionar uma melhora no condicionamento físico geral.

Planejar as sessões de treinamento é muito importante para alcançar os objetivos, mais planejar os Intervalos de Descanso é extremamente necessário, não somente para um ganho no aspecto físico, mais prevenindo o estresse fisiológico e psicológico de nossos atletas, já que a nossa responsabilidade é sempre trabalhar com prevenção e não com reabilitação.

Não existem regras especificas para o cálculo certo dos Intervalos de Descanso, diversos fatores poderão determinar o tempo correto e o momento de sua aplicabilidade, fatores como:

• A duração total do trabalho;

• A carga e a velocidade empregada na atividade;

• O número de Músculos envolvidos;

• E o nível do condicionamento do atleta.



Poderíamos listar outros tópicos, mais acredito que cada profissional poderá fazê-lo dentro de sua realidade e especificidade.

Listo estes 04(quatro) tópicos por entender que eles abrangem uma gama suficiente de exemplos e que atendem o objetivo deste artigo, que nada mais é do que despertar o interesse pelo tema.

Quando me refiro há Intervalo de Descanso, não me limito apenas a referir-me ao intervalo entre as sessões, que geralmente ocorrem naquelas folgas dadas durante uma semana exaustiva de trabalho, mais também aos intervalos entre os trabalhos ministrados nestas sessões.

Uma atenção especial deve ser dada sempre que sejam realizados trabalhos de altíssima intensidade, trabalhos de força, potência, velocidade de curta duração, entre outros do gênero.

Estes tipos de trabalho provocam uma alta concentração de Acido Láctico (AL) e sua remoção necessita de um calculo apropriado de descanso e de trabalhos de recuperação, que na maioria das vezes poderão ocorrer de forma ativa.

Quando este Intervalo for menor do que o necessário torna-se praticamente difícil de tolerar e prosseguir no trabalho sem prejuízos ao organismo, mesmo que este atleta tenha um bom condicionamento físico.

Já um Intervalo de Descanso apropriado e bem administrado facilitará e muito na remoção do Ácido Láctico (AL).

Segundo (Bompa; 2001) “Uma conseqüência de um ID inadequado é um maior uso do sistema AL para a energia. O grau de ATP/CP são repostos dependendo da duração do ID. Quanto menor o ID, menos ATP/CP são repostos e, consequentemente, menos energia torna-se disponível.”

O que ocorre neste caso é que menos energia esta disponível para a continuidade do trabalho, pois não ocorre a restauração do ATP/CP de forma adequada, e o acúmulo de AL nos músculos provocará dor e fadiga, prejudicando a capacidade física.

Existem trabalhos que necessitam mais de um dia para que as fontes de energia utilizadas sejam prontamente restabelecidas.

As partidas de Futsal é um bom exemplo, pois a intensidade dos jogos é extremamente altíssima e necessitam de um período adequado para retornar as rotinas de treinamento, assim como as substituições durante estas partida ou competições, elas devem ocorrer sempre antes do atleta atingir os altos níveis de concentração do AL, isso poderá proporcionar ao mesmo uma recuperação mais segura ainda durante o próprio jogo.

Um atleta que permanece por muito tempo durante uma partida, além de acumular excessivamente o AL ainda poderá ter dificuldades para retornar aos treinamentos.

Competições ou Torneios que exigem do atleta um número de partidas maior do que o comum aumenta ainda mais a nossa preocupação.

Infelizmente nossa realidade não nos permite às vezes um revezamento adequado destes atletas, mais com certeza poderemos minimizar os traumas decorrentes desta pratica.

Por sua complexidade, este assunto mereceria um aprofundamento muito maior, mais o objetivo do artigo e de despertar o interesse e levar ao conhecimento a sua real importância em nosso planejamento.

Transferindo estas informações para nossa realidade, com certeza conseguiremos administrar melhor nossas sessões de treinamento, já que o Futsal é uma modalidade de alta exigência física e suas valências necessitam toda nossa atenção.

O conhecimento cientifico a respeito do assunto é muito importante, mais com certeza o bom senso e nossa sensibilidade para negociar os Intervalos de Descanso poderá nos ajudar muito neste processo complexo.



Palavras-chaves

ATP – Adenosina Trifosfato

CP – Creatina Fosfato

AL – Ácido Láctico

ID – Intervalo de Descanso

 


  Artigos  |  Curso Presencial  | Cursos OnLine  | Estágios para Treinadores  | Consultoria em Futsal  | Shop Futsal | Contato  |  

 
  Copyright 2015 Project Multimidia. Todos os direitos reservados.