Artigos

PLENITUDE DA CARREIRA

Transcrito do BLOG MARCO BRUNO
Publicado em 02 de setembro de 2008

Independentemente do que possa ter ocorrido na segunda ou terceira partida (caso venha a ter a terceira) das semifinais da LIGA FUTSAL 2008, pois escrevo antes delas. A primeira partida da série entre MALWEE 4 x 2 CORTIANA \ UCS \ FARROUPILHA, realizada na ultima segunda-feira 25 \ 8 no maravilhoso ginásio de JARAGUÁ DO SUL, foi um dos melhores jogos de futsal que assisti nos últimos tempos. Por diversos motivos achei o importante jogo simplesmente espetacular. Em que pese à ausência de cinco jogadores: FALCÃO, WILLIAN, CHICO, ARY, pela MALWEE e do lado da CORTIANA, o excelente fixo INDIO. A categoria e qualidade dos jogadores em quadra ( LENISIO, THIAGO, MÁRCIO, LECO, HUMBERTO, MYCK, BEBETO, VALDIM ), por si só já seria um motivo especial para a excelência do espetáculo. O que, todavia me chamou mais a atenção pela singularidade da situação, foi a atuação no jogo do treinador da MALWEE, o carioca FERNANDO FERRETTI. Afinal de contas à equipe de JARAGUÁ DO SUL, entrou em quadra desfalcada de quatro importantíssimos jogadores. Além disso, fazendo esta primeira partida em casa com o apoio da fanática e grandiosa torcida da região, o campeão sul-americano teria que vencer, visto que a segunda partida seria em FARROUPILHA.

Pois bem caros amigos! O que vi a partir dessa premissa, foi a MALWEE marcando atrás da meia quadra, procurando atrair a CORTIANA, para buscar os contra-ataques. Com o cracaço LENÍSIO no banco, o time do supervisor KLÉBER RANGEL, obteve com menos de cinco minutos jogados, três ou quatro contra-ataques excelentes, que, entretanto não foram concretizados em gol. A CORTIANA por sua vez, jogando na condição de equipe com melhor campanha na fase anterior e sabedora que o adversário contava com vários desfalques de peso, ao se deparar com o sistema de marcação de espera do adversário, não teve outra alternativa, que não fosse a de partir para cima da MALWEE. Como disse, os comandados do treinador VANDER IACOVINO, sofreram três ou quatro contra-ataques logo no início da partida, mas mesmo assim, valendo-se também, da qualidade de seus jogadores, obteve dois gols de vantagem.

Aqui, neste momento, o que era apenas uma estratégia de jogo planejada pelo FERRETTI, transformou-se num verdadeiro show do laureado treinador. Primeiramente, lançou na quadra o excepcional LENÍSIO, que logo tratou de fazer um gol com uma linda virada típica de pivô. Neste momento, com o final da primeira etapa se aproximando e a vantagem da equipe gaúcha de apenas um gol, o treinador carioca solicitou no tempo ao vivo e a cores para todo o BRASIL, que a sua equipe não se precipitasse naquele momento, pois o fundamental seria manter o equilíbrio e o controle do placar, até o momento propício. Enfatizou ainda em sua aula de um minuto, em frente às câmeras, que até mesmo aquele placar adverso de 2 x 1 não era de todo ruim, pois possibilitaria a sua equipe no jogo seguinte, uma oportunidade de levar a decisão para a terceira partida. É claro, que seus categorizados e treinados atletas em perfeita sintonia com a cabeça pensante do time, sabiam que o seu treinador, buscaria ali naquele mesmo jogo obter no mínimo o empate ( resultado que já seria bom, pois no segundo jogo teria de volta o CHICO e o WILLIAN) e até mesmo a vitória. E foi exatamente isto que aconteceu faltando cerca de sete minutos para o término da partida, quando já preparava o ala XANDE, para trabalhar como gol-linha, na verdade radicalizando certo? Pois trabalhar nesta função de gol-linha, o excelente THIAGO já faz normalmente. Pois bem, aqui a MALWEE empatou. O jogo ficou aberto até que faltando trinta e poucos segundos, o HUMBERTO, em um lance no qual até teve sorte, fez o terceiro gol. O quarto feito pelo MARCIO foi marcado com o cronômetro zerando.

Na MALWEE, todo o time jogou muito, mas o LENÍSIO é demais da conta. Como um cara pode jogar tanto futsal? Ele joga em todas as posições com extrema facilidade, joga não; "BRINCA" de jogar futsal. Na CORTIANA, gostei do goleiro BASÍLIO e do pivô MAYCK.



Entretanto caros amigos, o destaque do jogo foi mesmo o "velho" FERRETÃO. Ele conseguiu fazer com que o seu time executasse com perfeição, tudo o que passava por sua inteligente cabeça. É um treinador na plenitude total de sua carreira. Valeu gente? Fiquem com DEUS.



 


  Artigos  |  Curso Presencial  | Cursos OnLine  | Estágios para Treinadores  | Consultoria em Futsal  | Shop Futsal | Contato  |  

 
  Copyright 2015 Project Multimidia. Todos os direitos reservados.